Single de Johnny Ramos no Top da…

O regresso aos lançamento…

GRUPO KASSAV EM ANGOLA E PELA PR…

O grupo Kassav com mais d…

Calema: “Pretendemos levar o álb…

A dupla Calema, composta …

Neide Sofia dispensa convites pa…

Neide Sofia declinou um c…

Fundos do show dos dez anos de c…

C4 Pedro, um dos mais inf…

Dj Dias Rodrigues junta artistas…

O Dj Dias Rodrigues vai j…

Os Dream Boys vão sair da Bom So…

Os membros do grupo music…

Novo projeto social leva Neide a…

A cantora e bailarina Nei…

Onde está o coração de Matias Da…

«Onde está o teu coração …

Pedro é o destaque no festival d…

O músico angolano C4Pedro…

«
»
SIGA-NÓSTwitterFacebook

Eleições: MPLA parte para a campanha eleitoral a pedir vitória qualificada aos eleitores

O Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) partiu para a campanha eleitoral a pedir aos eleitores que lhe proporcionem uma “vitória qualificada” nas eleições gerais de 23 de Agosto, nas quais propõe João Lourenço como futuro Presidente da República.
Num comunicado emitido pelo Bureau Político (BP), o MPLA sublinha a importância de os eleitores angolanos encararem estas eleições onde o voto é “livre e secreto”, aponta-as como um momento onde Angola “vai mostrar, a África e ao Mundo, a sua maturidade e responsabilidade política” e garante que vai fazer uma campanha “com elevado sentido patriótico e democrático”.

No texto divulgado nas primeiras horas de campanha, o BP do MPLA defende também que “o voto de cada angolano é importante, constituindo um direito inalienável de cada cidadão eleitor, que deve ser exercido de forma livre e secreta, sem qualquer constrangimento”.
Lembrando que esta é a 4ª votação da história multipartidária angolana, o MPLA garante aos seus militantes e eleitores em geral que “vai fazer da sua Campanha Eleitoral um momento de festa, de elevado sentido patriótico e democrático, alicerçada nas suas propostas para o quinquénio 2017-2022 e com respeito à diferença e ao próximo”.

Depois de pedir uma “vitória qualificada” e uma “vitória eleitoral convincente” do seu candidato a Presidente da República, o general João Lourenço, o BP reafirma a sua garantia de que vai assumir os seus “compromissos com o Povo angolano”, nomeadamente a “eliminação da fome, reduzir substancialmente a pobreza e de conduzir o País para o desenvolvimento e o bem-estar, melhorando o que está bem e corrigindo o que está mal”.
O BP do MPLA pede aos restantes partidos políticos, juntando as organizações da sociedade civil e religiosas que contribuam para fazer destas eleições “uma verdadeira festa da democracia em Angola” de forma a que “todos possam assumir, durante a Campanha Eleitoral, em conjunto e na base da Constituição e da Lei, uma postura de respeito pela diferença, de civismo e de tolerância”.

Noticias

Musica

Eventos

Reporter Famastar

SOBRE NÓS